quinta-feira, novembro 30, 2006

Os avisos são sempre importantes...

e as imagens dizem tudo...

quarta-feira, novembro 29, 2006

A vida é bela...

Porque estou de ferias, porque sou feliz, porque gosto da minha vida...

segunda-feira, novembro 27, 2006

Amor vs Amizade

Um dia o amor virou-se para a amizade e disse:
- Para que existes tu se já existo eu?

A amizade respondeu:
- Para repor um sorriso onde tu deixaste uma lágrima.

sexta-feira, novembro 24, 2006

Provérbio Japonês

Tropeçamos sempre nas pedras pequenas, as grandes vê-mo-las logo .

terça-feira, novembro 21, 2006

Segredo

Coisa que se conta a uma pessoa de cada vez...

domingo, novembro 19, 2006

Equivocos que podem perfeitamente acontecer...

Um tipo está na fila da caixa no supermercado quando repara numa louraça que lhe faz sinais com a mão e lhe lança um sorriso daqueles.
Ele deixa por momentos o carrinho das compras na fila, dirige-se à louraça e diz-lhe suavemente:
-"Desculpe, será que nos conhecemos?"
Ela responde-lhe, sempre com aquele sorriso:
- "Pode ser que eu esteja enganada, mas penso que o senhor é o pai de uma das minhas crianças...."
O tipo põe-se imediatamente a vasculhar na memória e pensa na única vez em que foi infiel à esposa, perguntando de imediato à louraça:
- "Ena pá, c'um caraças, não me diga que você é aquela stripper que eu comi sobre uma mesa de bilhar, diante de todos os meus amigos, numa noite bem bebida, enquanto uma das suas amigas me flagelou o tempo todo com uns nabos molhados e me enfiou um pepino pelo cú acima?"
– "Bem, não", – responde ela –, "eu sou a nova professora do seu filho!!!"

sábado, novembro 18, 2006

Pensamento do dia...

A única maneira de nos livrarmos de uma tentação é cedermos-lhe.

quarta-feira, novembro 15, 2006

Anfibios

Dizem que as guerras são ganhas pelos generais com as melhores armas... nem sempre é assim, mas a ideia tem muita lógica.
Seguindo essa lógica e tendo em conta o aumento da criminalidade, as grandes carolas politicas e da segurança interna decidiram dotar a policia com meios anfibios.



Conversas...

Dois agricultores, um português e um espanhol, conversam:
- Qual é o tamanho da sua herdade?» - pergunta o espanhol.
Responde o português:
- Para os padrões portugueses, o meu monte tem um tamanho razoável. Trezentos hectares, e a sua?
Responde o espanhol:
- Olha, 'hombre', yo saio de casa de manhã, ligo o meu jipe e ao meio-dia ainda não percorri la mitad da la minha propriedad...
- Eu sei bem o que isso é..." - diz o português sem se descoser:
...Eu também já tive um jipe espanhol. São uma merda! Só dão chatices...

segunda-feira, novembro 13, 2006

Pensamento do dia...

Jurar amor eterno é não contar com o dia de amanhã.

domingo, novembro 12, 2006

Filho de quem...?

quinta-feira, novembro 09, 2006

A diferença está na etiqueta...

O movimento de racionalização do trabalho teve, historicamente, como referência os nomes de Taylor, Fayol e Ford. A organização do trabalho das nossas empresas foi durante muito tempo empírica e pré-tayloriana

No entanto, a actualidade da problemática subjacente às Novas Formas de Organização do Trabalho mantém-se nos anos 90 com o impacto que as novas tecnologias flexíveis de produção estão a ter na modernização das tarefas.

Um dos problemas que têm sido levantados pelos sociólogos é que as potencialidades dessas novas tecnologias não foram (ou não estão a ser) devidamente exploradas no caso do nosso país.

O 100stress, num esforço de apoio à modernização do país, deixa aqui uma sugestão para a melhoria das tarefas domésticas.

A rapidinha do dia ...

Um menino vê um burro excitado, e grita para a mãe:
- Mamã, se a pila do burro é assim ... imagino a do papá, que é licenciado ! ...

terça-feira, novembro 07, 2006

As árvores de Natal estão quase aí...

Uma família feliz está à mesa de jantar quando o filho fala se poderia fazer uma pergunta.
O pai responde: - Claro, filho, vá perguntando!
- Papai, quantos tipos de seios existem?
O pai, um tanto surpreso, responde:
- Bem, meu filho, existe três tipos de seios. Aos 20 anos a mulher tem seios como melões, firmes e redondos. Aos 30 aos 40 eles são como pêras, ainda belos porém um pouco caídos... Aos 50 os seios ficam como cebolas...
- Cebolas?!
- Sim. Quando você olha para eles, fica com vontade de chorar!
Esta explicação leva a mãe e a filha a um ponto nevrálgico tal que a filha pergunta:
- Posso também fazer uma pergunta um tanto pessoal? Mãe, quantos tipos de pênis existem?
A mãe fica um pouco surpresa, mas olha para o marido e responde:
- Bem, filhinha, um homem passa por três fases distintas. Aos 20 anos o pênis é como um pé de Jacarandá, respeitável e firme. Dos 30 aos 40 anos o pênis é como um pé de Chorão, flexível mas confiável. Após os 50 anos o pênis fica como uma árvore de Natal.
- Árvore de Natal?!
- Isso mesmo. Morto da raiz até a ponta e as bolas ficam penduradas como decoração!! E O PIOR, SÓ SE ARMA UMA VEZ POR ANO....

domingo, novembro 05, 2006

Maravilhas das tecnologias...

Para provar que o mercado de gadgets não é um exclusivo masculino, porque vem aí o Natal e os maridos não sabem o que oferecer às mulheres....fica aqui a sugestão tecnológica para este natal.

quinta-feira, novembro 02, 2006

"Não é Justo"

O slogan do "Não é justo" está a tornar-se um dos lamentos mais comuns!
" Se tu tens eu também quero...se tu podes eu também posso"
Cada vez mais as relações são geridas como se fossem balancetes: um para ti, um para mim. Tudo tem de ser justo!
Será que não passamos por vezes mais tempo precupados em corrigir injustiças imaginárias do que em analisar e melhorar a relação existente?
Se estamos constantemente a compararmo-nos com os outros, onde está a nossa autoconfiança?

A diferença entre o "Correcto" e o "Justo"

Dois advogados encontram-se no estacionamento de um Motel e reparam que cada um está com a mulher do outro...
Após alguns segundos de perplexidade, um diz ao outro, em tom solene e respeitoso:
"Caro colega, creio que o correcto seria que a minha mulher viesse comigo no meu carro, e a sua mulher voltasse com V. Excelência".
Responde o outro:
"Caríssimo colega, isso seria o correcto, mas não seria o justo, tendo em consideração que V. Excelência está a sair, e eu ainda estou a chegar"...